RADIOLA FM NATTY NAYFSON

Minha foto
SÃO LUIS, MARANHÃO, Brazil
RADIOLA DE REGGAE QUE ESTÁ HÁ 25 ANOS NO MERCADO, OFERECENDO AO NOSSO PÚBLICO O QUE HÁ DE MELHOR, TANTO EM TECNOLOGIA DE PONTA EM SEUS EQUIPAMENTOS COMO EM MUSICAS, NOS TOCAMOS O QUE O NOSSO PUBLICO QUER OUVIR, POR ESSE MOTIVO FAZEMOS NOSSAS FESTAS DIRECIONADA CADA TIPO DE PUBLICO, TEMOS O REGGAE DAS 3 DÉCADAS AGORA NO MÊS DE ABRIL (DIA 12 DE ABRIL), NESTA FESTA SÓ ROLA AS PEDRAS QUE FIZERAM SUCESSO NOS ANOS 70, 80 E 90, TEM AINDA O REGGAE DOS ANOS 90 NESTA FESTA SÓ ROLA OS REGGAE QUE FIZERAM SUCESSO NOS ANOS 90 QUE POR SINAL FORAM MUITOS AINDA TEM MAIS OS COBRAS DO REGGAE É UMA HOMENAGEM AOS DJ´S VETERANOS DO REGGAE COM A PARTICIPAÇÃO DOS MESMOS É UMA FESTA MUITO BONITA, JÁ NA ATUALIDADE TEM REGGAE DO CICLISTA, REGGAE DAS BOINAS,REGGAE DA BERMUDA, ETC... E NÃO ESQUECEMOS DA GALERA DO ROBOZINHO QUE É O RITMO DA GALERA MAIS JOVEM. A MAIS BONITAS DE TODAS AS FESTAS DO CALENDÁRIO DE FESTAS DA MÁQUINA E O TRIBUTO AO REI BOB MARLEY É DEMAIS!!!!!!!!!!! E TEM MAIS FIQUE LIGADO..........

terça-feira, 9 de agosto de 2011

TURNÊ DA NOVA RADIOLA FM NATTY NAYFSON

TURNÊ DA NOVA RADIOLA FM NATTY NAYFSON= DIA 17 DE SETEMBRO CLUBE DOS PORTUÁRIOS NO RIO DE JANEIRO DIA 24 DE SETEMBRO CLUBE UNIÃO DO REGGAE SAO PAULO......

NESTE FINAL DE SEMANA DIA 13 SABADO CLUBE CALAMAZU DIA 14 DOMINGO KM 5 NA BR PRÓXIMO A SKIN EM BELÉM DO PARÁ...........

Dia 28 de agosto de 2011 domingo a partir das 4 da tarde no Clube dos oficiais na avenida kennedy......

Uma festa em homenagen aos Dj´s veteranos do reggae com a RADIOLA FM NATTY NAYFSON E OS DJ´S VETERANOS DO REGGAE.......



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Joe Higgs, o pai do reggae, falece aos 59 anos em Los Angels


Joe Higgs, o pai do reggae, falece aos 59


Roger Steffens












Sábado, 18 de dezembro de 1999

O cantor jamaicano Joe Higgs, conhecido como "o pai do reggae" faleceu esta noite com a idade de 59 anos em um hospital de Los Angeles, depois de vários meses em tratamento de um câncer.

Higgs foi tremendamente influente no nascimento do ska, rock steady e reggae na música jamaicana e foi respeitado por todos como compositor, arranjador e cantor, mas talvez principalmente como professor. Entre os que foram treinados por ele estavam Bob Marley, Derrick Harriott, Peter Tosh, Bob Andy, os Wailing Souls e Bunny Wailer.

Uma das primeiras gravações musicais realizadas na Jamaica, o seu compacto de estréia, feito com o parceiro Roy Wilson, foi "Oh Manny Oh" e vendeu 50.000 cópias na Jamaica em 1960. Isso o levou a assinar com Edward Seaga, que depois se tornou Primeiro Ministro durante os anos 80. "Ele foi o meu primeiro empresário", lembrava Higgs pouco antes de sua morte, completando com um pequeno sorriso, "éramos sempre pagos em dia". Seaga conseguiu que Higgs abrisse shows de Sam Cooke, Jackie Wilson e outros astros de fora.

Em 1964 ele gravou "There's A Reward For Me," para o produtor Coxson Dodd, do Studio One,que se tornou um clássico instantâneo sobre sofrimento e esperança. Ainda que ele diga que não ter recebido nenhum dinheiro pelas vendas, ele era otimista sobre este fato, dizendo "Percebi que a única pessoa que poderia me recompensar e que poderia me dar o que tenho direito é o Todo-Poderoso".

Foi no jardim de Higgs em Trench Town que o jovem Bob Marley recebeu por vários anos de Higgs aulas particulares de técnica vocal e postura de palco, anos antes dele começar a gravar com o seu grupo, os Wailers. Mais tarde Marley admitiu que "Joe Higgs é um gênio", dando crédito a ele por seu sucesso internacional.

Em 1972, Higgs ganhou o Concurso do Departamento de Turismo com a canção "Invitation to Jamaica", cujo prêmio incluía uma viagem a Nova York, onde ele cantou pela primeira vez. A dinâmica canção ganhadora estava fora das características do som mais roots que ele normalmente fazia, misturando o canto rítmico do jazz com uma letra arrebatada que expressava uma consciência política profunda e um agudo senso para a História e a literatura clássica. Canções como "So it go" e "Freedom" o mantiveram perto do topo das paradas.

Em 1973, quando Bunny Wailer, membro fundador dos Wailers, deixou o grupo, Higgs foi incumbido de acompanhar os seus antigos alunos, Tosh e Marley, em uma turnê americana como atração de abertura para o grupo Sly and the Family Stone. Eles fizeram shows aclamados pela crítica de Nova York e Boston a São Francisco e lideraram a primeira leva de artistas do reggae que trouxeram esta música para os Estados Unidos.

Em 1974, outra formação de antigos alunos, os Wailing Souls, se juntaram brevemente a Higgs e para formar um grupo de nome Atarra. Mas foi o seu trabalho com o superstar em ascensão Jimmy Cliff, em grande evidência pelo seu sucesso com o filme "The Harder they Come", que atraria a atenção do meio musical, pois ele era o líder da banda de Cliff e dividia com ele os vocais, muitas vezes para grandes platéias como no Central Park, em Nova York, e no Madison Square Garden. Abrindo cada um dos shows de Cliff e depois cantando um par de canções na metade da apresentação, Higgs muitas vezes atraía mais atenção do que Cliff e foi mais tarde relegado a fazer apenas backing vocals. Os duetos gravados naquela época por Cliff e Higgs, "Sound of the City" e "Sons of Garvey", ainda estão entre os melhores trabalhos gravados pelos dois.

O seu primeiro álbum solo saiu em meados dos anos 70, de nome "Life of Contradiction". Ele trazia o guitarrista de jazz Eric Gale, consolidando a reputação de Higgs, no que ele sempre lembrava como "a conexão jazz -música jamaicana. Gosto de de frasear a minha voz como se fosse um instrumento".

No forte documentário "Roots Rock Reggae", Higgs disse ao director Jeremy Marre que "O Reggae é música de confronto. Liberdade - é por isto que estamos pedindo. Aceitação - é o que precisamos."

O álbum "Unity Is Power" apareceu em 1979. O seu compacto de 1983, "So it Go", que chamou a atenção para a precariedade dos pobres que não têm nenhum protetor nas altas esferas, causou problemas políticos a Higgs com o partido dominante na Jamaica, fazendo-o partir para Los Angeles, onde ele viveu no auto-exílio até a morte.

Durante os últimos 15 anos, ele voltou com a sua carreira não-oficial como tutor e mentor para uma nova geração de músicos de reggae americanos e continuou a sua turnê pelo mundo, encabeçando festivais através da América do Norte e Europa.

Álbuns posteriores incluem "Blackman Know Yourself, de 1990, acompanhado pela Wailers Band. O disco contém a mais famosa composição de Higgs, , "Stepping Razor", que se tornou a canção-assinatura do alto Peter Tosh e foi muitas vezes erradamente atribuída a Tosh. "O verso mais conhecido", sempre dizia o franzino Higgs, "é 'Não julgue pelo meu tamanho, eu sou perigoso". Nenhum cara de um metro e noventa poderia escrever isso!"

Na época de sua morte, ele estava trabalhando em uma autobiografia com este escritor e também em um projeto trans-cultural gravado no estúdio do U2 em Dublin que se chamaria "Green on Black", unindo artistas celtas como Sharon Shanon e Donal Luney com Higgs, em extensas improvisações de jazz-irlandês e reggae. Sua última atuação em público foi em Ashkenaza, Berkerley, CA em 26 de Junho de 1999. Nascido no dia 03 de Junho de 1940, Higgs deixa 12 filhos, e muitos são músicos profissionais.

Tradução: Geraldo Carvalho .

Roger Steffens é colecionador, pesquisador e historiador do reggae. Atualmente está trabalhando na conclusão da biografia de Bunny Wailer, que tem o nome provisório de 'Old Fire Sticks'.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Musical Youth

Musical Youth
O Musical Youth foi criado em 1979 por Frederick Waite, que descobriu que seus filhos Patrick e Frederick Jr. eram talentosos músicos. Através de seu amigo Grant, formou o resto da banda. os filhos de Freddie junto com Michael e Kelvin, ambos filhos de Grant. Uma vez que a faixa começou a chamar a atenção das gravadoras, Freddie Waite pensou em encontrar um engenheiro de som que tivesse idade semelhante dos meninos. O Junior, seu filho, recomendou diretamente Dennis Seaton. Freddie que foi à escola com Junior e após uma pequena apreciação, Dennis foi adotado imediatamente.

Em 1982 assinaram com a MCA e sua primeira música “Pass The Dutchie�? era um sucesso. Foi número um na Inglaterra e alcançou a mesma posição em muitos charts em todo o mundo. A história do sucesso não terminou depois que estourou em primeiro lugar. “Youth of Today�?, do “Heartbreaker�? também fez muito sucesso em diferentes partes do mundo.

Dennis Seaton, depois de um longo período saiu para uma carreira solo e se unir mais tarde uma outra faixa em 1992/93, havia alguns projetos para reformar o Musical Youth, mas a morte repentina de Patrick Waite deixou os projetos de lado. Patrick morreu com problemas no coração. Um tempo depois, Junior sofreria de uma avaria nervosa e praticamente improvável de se recuperar, se afastou. Kelvin também sofre de problemas psicológicos e ficara com pouco contato com os outros Youth’s. Dennis, em 2001 criou uma nova formação da banda.


Musical Youth - os filhos de Freddie e Grant. (clique na imagem para ampliar)

Mikey Dread

Mikey Dread
O cantor e produtor de reggae Michael Campbell, a.k.a. Mikey Dread,nasceu em 1954,na Jamaica. Mikey é um dos performers mais inovadores. Campbell desde cedo mostrou aptidão para Engenharia e a Eletronica. Suas habilidades lhe davam grande facilidade de criar um som original.Também é DJ de muito sucesso,com seu programa na rádio JBC,de Londres. Talvez o trabalho de Mikey com o The Clash tenha lhe dado o reconheçimento que tem, mas suas credênciais e resumo começaram por muito tempo antes de sua produção-abertura em diversas liberações com as estrelas renomadas do Punk de Londres. Seus trabalhos e interação com o The Clash eram um evento significativo na integração do reggae na música popular em todo o mundo. O album, “Black Market”, do Clash, é uma fusão brilhante do rock com punk dos anos 1970’s e de uma linha pesada do baixo e da bateria do reggae. Daí pra frente, quase todos os artistas Punks, lançavam citações do Reggae em seus CDs e Discos, quase sempre de Mikey.


Se ouvir falar em “Dread at The Controls”, você está ouvindo falar de Mikey Dread

Inner Circle

Inner Circle
Formada pelos irmãos Ian (baixo) e Roger Lewis (guitarra) na Jamaica do fim dos anos 60, o Inner Circle começou a fazer algum sucesso local quando Jacob Miller (vocal) entrou para a banda, em 1976. Em março de 80 Miller faleceu em um acidente de carro, e a banda se separou por alguns anos, só retomando a carreira em 86 acrescentando pop e dancehall ao reggae roots original. O disco seguinte, “One Way�? (1987), trazia um dos maiores sucessos na carreira da banda, “Bad Boys”, tema do seriado “Cops�?. Graças a seu enorme sucesso, a canção foi relançada em disco homônimo de 94, que também continha o hit “Sweat (A La La La La Long)�?. O álbum seguinte, “Reggae Dancer�? (também de 94) emplacou mais alguns sucessos, como “Summer Jammin’�?, tema de filme com Eddie Murphy. Sweat e Bad Boys você ouve neste especial.


Inner Circle - os “Bad Boys do Reggae”. (clique na imagem para ampliar)

Pato Banton

Pato Banton
O cantor de reggae inglês Pato Banton a.k.a. Patrick Murray estreou no terceiro disco da banda English Beat, de 1982. Cinco anos depois, lançou seu primeiro trabalho-solo, “Never Give In�?. No disco seguinte, “Visions of the World�? (1989), Banton começava a soar mais radiofônico. Só em “Wize Up�?, no entanto, que o cantor estourou nos Estados Unidos, emplacando “Spirits in the Material World” (versão para canção do Police) e a faixa-título (com participação de David Hinds, do Steel Pulse).


Pato Banton - cantor da música Bubbling Hot (clique na imagem para ampliar

Bob Marley - a eterna lenda do Reggae

Bob Marley - a eterna lenda do Reggae
Nascido em 6 de Fevereiro de 1945, em Nine Mile, norte da Jamaica, Robert Nesta Marley, filho de Cedella Booker e do capitão inglês Norval Marley do regimento britânico das �?ndias Ocidentais. Que mudará no final dos anos 50 para Kingston, para ter uma melhora de vida, mesmo a cidade não oferecendo grandes oportunidades de emprego, na favela de Trench Town, chamada assim por ser construída as valas que drenavam dejetos da parte antiga de Kingston. Lá junto com seu amigo Bunny, começaram a bater latas e guitarras improvisadas, tentavam tirar músicas parecidas com o que tocavam pelas emissoras do Estados Unidos, que na época era Ray Charles, The Drifters, Brook Benton, todos tinham eram muito conhecidos na Jamaica. Nesse período Bob arranjou um serviço em uma funilaria, dividindo o tempo de músico com o trabalho, mas após um acidente com uma solda em seu olho, resolveu deixar de lado o trabalho e se dedicar inteiramente a música. Eles eram ajudados por Joe Higgs, um cantor que apesar de já ter uma certa fama na ilha, dava aulas para iniciantes. Bob e Bunny em uma dessas aulas, conheceram Peter McIntosh. Em 1962, Bob foi ouvido pelo empresário Leslie Kong - o mesmo de Jimmy Cliff - que de imediato já o levou para o estúdio. Em 1963, Bob decidiu que o melhor caminho para alcançar o sucesso seria ter uma banda, para isso chamou seu amigo Bunny e Peter para formar os Wailing Wailers, o novo grupo conheceu o percussionistas de Alvin Patterson, que os apresentou ao produtor Clement Dodd, que resolver dar uma grande investida nos meninos. Ainda em 1963, lançaram a música “Simmer Down” através de Dodd, que era um dos maiores divulgadores do Ska, batida que reinava naquela época, em janeiro de 1964, “Simmer Down” era a mais tocada pela banda que já tinha a formação de: Bob, Peter, Bunny, Junior Braithwaite e dos backing vocals, Beverly Kelson e Cherry Smith.


Wailing Wailers - formação original com Bob, Peter e Bunny.

Nesse período, a mãe de Bob queria que ele se mudasse para os Estados Unidos para ter uma melhora de vida. Bob voltou para Kingstom em outubro de 66, apenas seis meses depois da visita da Sua Majestade Imperial, o Imperador Hailè Selassiè, da Etiópia, que trouxe nova força ao movimento Rastafari na ilha. O envolvimento de Marley com a crença Rastafari também estava crescendo e, a partir de 67, sua música começou a refletirse nisso. Os hinos dos Rude Boys deram lugar a uma crescente dedicação às canções espirituais e sociais que se tornaram a pedra fundamental do seu real legado. Bob, então, convidou Peter e Bunny para novamente formarem um grupo, dessa vez chamado “The Wailers�?. Rita também começava sua carreira como cantora com um grande sucesso chamado “Pied Piper�?, um cover de uma canção pop inglesa. A música jamaicana, entretanto, havia mudado. A frenética batida do Ska deu lugar a um ritmo mais lento e sensual chamado Rock Steady. A nova crença Rastafari dos Wailers os colocou em conflito com Coxsone Dodd e, determinados a controlar seu próprio destino, os fez criar um novo selo, o Wail’N’Soul. Mas, apesar de alguns sucessos, os negócios dos Wailers não melhoraram muito e o selo faliu no fim de 1967. O grupo sobreviveu, entretanto, inicialmente como compositores de uma companhia associada ao cantor americano Johnny Nash que, na década seguinte, teria um grande sucesso com “Stir It Up�?, de Bob.


Johnny Nash - resposnável pela ida de Bob à Suécia. (clique na imagem para ampliar)

Os Wailers então conheceram Lee Perry, que ajudaria muito na qualidade da Banda, e em 70 conheceram Aston Barret e seu irmão Carlton que se juntaram aos Wailers. Juntos, foram a base da banda de estúdio de Perry, com eles, os Wailers começaram a ganhar fama, mas nada fora da ilha.


Lee ‘Scratch’ Perry - lenda viva em seu estúdio - Black Ark - em Kingston, JA

Em 1970, Bob acompanhou Johnny Nash na Suécia que resultou no contrato com a CBS. Em 72 os Wailers já estavam na inglaterra mas sem alcançar um bom resultado. Como última tentativa naquela terra, Bob pediu para falar com o dono da gravadora Island Records, Chris Blackwell, que já conhecia e sabia do potencial dos Wailers. Adiantando 4 mil libras, a banda lançou o álbum “Catch a Fire” que teve grande impacto, mas ainda nada de reconhecidmento mundial. Após três meses, a banda retorna a Jamaica e já começa a ser famosa na ilha, tendo vários shows, mas já sem a presença de Bunny que estava muito descontente com a vida na estrada, que abriu espaço para ninguém menos que Joe Higgs, o velho professor de canto. Os Wailers em turnê americana, abria show para Bruce Springsteen e Sly & The Family Stone, mas depois de quatro aberturas, ficou claro que os Wailers abrindo as festas para os grandes nomes não faria muito sentido. Para tal sucesso, a Island gravou um álbum comemorativo, “Talkin Blues”, e em 73 a banda ainda lançou outro, “Burnin”. Em 74, Bob passou maior parte em estúdio, gravando o álbum “Natty Dread” que resultaria no sucesso de “No Woman no Cry” dentre outras. No começo de 75, Bunny e Peter se afastaram definitivamente do Wailers e a banda ficaria conhecida como “Bob Marley & The Wailers”. Em Novembro, em sua volta para a Jamaica, Bob já se tornara a maior estrela musical da ilha. Com o sucesso internacional cresceu a importância política de Bob Marley na Jamaica, onde a fé Rastafari expressada pela sua música alcançava forte ressonância na juventude dos ghetos. Como forma de agradecimento ao povo da ilha, Bob decidiu dar um concerto aberto no Parque dos Heróis Nacionais de Kingston, em 5 de dezembro de 1976. A idéia era enfatizar a necessidade de paz nas ruas da cidade, onde as brigas de gangues estavam a causar confusão e mortes. Logo depois do anúncio do show, o governo convocou eleições para o dia 20 de dezembro. Isso deu nova força à guerra no gheto e, na tarde do concerto atiradores invadiram a casa de Bob e alvejaram-no. Na confusão os atiradores apenas feriram Marley, que foi levado a salvo às montanhas na cercania da cidade. Entretanto ele resolveu fazer o show de qualquer maneira e subiu ao palco para uma rápida apresentação em desafio aos seus agressores. Foi a última apresentação de Bob na Jamaica por oito meses. Logo após o show ele deixou o país para viver em Londres, onde gravou o seu próximo álbum, “Exodus�?.


Exodus - um dos álbuns de maior sucesso de Bob. (clique na imagem para ampliar)

“Exodus” foi o álbum mais ouvido em 56 semanas seguidas na Inglaterra. Em 78 a banda capitalizou novo sucesso com “Kaya�?, que alcançou o quarto lugar na Inglaterra logo na semana seguinte do lançamento. O álbum mostrava uma nova vertente de Marley, com uma colecção de canções de amor e, claro, homenagens ao poder da “Ganja”. Do álbum foram extraídos dois singles: “Satisfy My Soul�? e “Is This Love�?. Ainda em 78 aconteceriam mais três eventos com extraordinária importância para Marley. Em Abril voltou à Jamaica para o “One Love Peace Concert�?, quando fez com que o Primeiro-Ministro Michael Manley e o líder da oposição Edward Seaga dessem as mãos em palco, foi então convidado para ir à sede das Nações Unidas, em Nova York, para receber a Medalha da Paz. E, no fim do ano, Bob visitou a �?frica pela primeira vez, indo inicialmente ao Kenya e depois à Etiópia, o lar espiritual Rastafari. A banda havia recém terminado uma turnê pela Europa e América que rendeu o segundo álbum ao vivo: “Babylon By Bus�?. “Survival�?, o nono álbum de Bob Marley pela Island foi lançado no verão de 1979. Ele incluía “Zimbabwe�?, um hino para a Rodésia, que logo seria libertada, junto com “So Much Trouble In The World�?, “Ambush In The Night�? e “Africa Unite�?. Como indica a capa, que contém as bandeiras das nações independentes, “Survival�? foi um álbum em homenagem à solidariedade Pan-Africana. Em abril de 1980, o grupo foi convidado oficialmente pelo governo do recém libertado Zimbabwe para tocar na cerimônia de independência da nova nação. Essa foi a maior honra oferecida à banda e demonstrou claramente a sua importância no Terceiro Mundo. O próximo disco da banda, “Uprising�?, foi lançado em maio de 80 e teve sucesso imediato com “Could You Be Loved�?. O álbum também trazia “Coming In From The Cold�?, “Work�? e a extraordinária faixa de encerramento, “Redemption Song�?. Os Wailers então embarcaram na sua maior turnê européia, quebrando recordes de público pelo continente. A agenda incluía um show para 100 mil pessoas em Milão, o maior da história da banda. Bob Marley & The Wailers eram a maior banda na estrada naquele ano e “Uprising�? estava em todas as paradas da Europa. Era um período de máximo otimismo e estavam a ser feitos planos para uma turnê na América na companhia de Stevie Wonder no final do ano.


Bob Marley & The Wailers - Uprising. (clique na imagem para ampliar)

No fim da turnê européia Marley e a banda foram para os Estados Unidos. Bob fez dois shows no Madison Square Garden, mas logo após caiu sériamente doente. Três anos antes, em Londres, tinha ferido o dedo do pé a jogar futebol. O ferimento tornou-se canceroso e, apesar de ter sido tratado em Miami, continuou a progredir. Em 1980, o câncer, na sua forma mais virulenta, começou a espalhar-se pelo corpo de Bob. Ele controlou a doença por oito meses, fazendo tratamento na clínica do Dr. Joseph Issels, na Bavária. O tratamento de Issels era controverso por usar apenas remédios naturais e não tóxicos e, por algum tempo, pareceu estabilizar a condição de Bob. Entretanto, repentinamente a luta começou a ficar mais difícil. No começo de maio ele deixou a Alemanha para voltar à Jamaica, mas não completou a viagem.

Bob Marley morreu num hospital de Miami na segunda-feira, 11 de maio de 1981. No mês anterior, Marley havia sido agraciado com a Ordem do Mérito da Jamaica, a terceira maior honra da nação, em reconhecimento à sua inestimável contribuição à cultura do país. Na quinta-feira, 21 de Maio de 1981, o Honorável Robert Nesta Marley recebeu um funeral oficial do povo da Jamaica. Após o funeral - assistido tanto pelo Primeiro-Ministro como pelo líder da oposição, o corpo de Marley foi levado à sua terra natal, Nine Mile, no norte da ilha, onde agora descansa em um mausoléu. Bob Marley morreu aos 36 anos, mas a sua lenda permanece viva até hoje. E nesse podcast, você ouve uma música não tão conhecida como “No Woman No Cry”, “Redemption Song” dentre tantas outras, mas que é a preferida de muitos, “Sun Is Shining”.

História de Bob Marley retirada e editada do site SoHo.

Agora depois de conhecer sobre eles, vamos relembrar algumas coisas que chegaram até as rádios aqui do Brasil, como a Antena 1 (94.7 fm - São Paulo), por exemplo.

Trackilisting do Podcast:

Pato Banton - Bubbling Hot
Inner Circle - Sweat ( A la la la la long)
Jimmy Cliff - Reggae Night
Ini Kamoze - World a Reggae Music
Mikey Dread - Roots And Culture
Inner Circle - Bad Boys
Musical Youth - Pass The Dutchie
Jacob Miller - Tenement Yard
PeterTosh - Legalize It
Bob Marley & The Wailers - Sun Is Shining

Serviço:

Discografia de Bob Marley
Dicografia de Inner Circle
Mikey Dread - Site Oficial
Biografia de Peter Tosh @ Reggae Portugal

Tags: bad boys, banton, bob, bob marley, bunny wailer, centopéia, centopéia manca, cliff, coxsone dodd, dread, dread at the controls, exodus, ini, ini kamoze, inner, inner circle, island records, jacob, Jacob Miller, jamming, jimmy, jimmy cliff, kamoze, legalize it, manca, mikey, mikey dread, miller, musical, musical youth, no wamon no cry, pass the dutchie, pato, pato banton, peter tosh, podcast, redemption song, Submusica, tosh, wailers, wailing wailers, youth

Peter Tosh

Peter Tosh
O lançamento do LP Legalize It (Columbia) trouxe finalmente ao Brasil o primeiro LP solo do homem que representava a própria voz da consciência reggae. Para Peter Tosh, sua missão era “despertar a mentalidade dormente do povo negro de forma construtiva”, como declarou certa vez. Mas a força de sua mensagem ultrapassou esse objetivo e, ao longo dos anos, vem conquistando cada vez mais admiradores.

McIntosh nasceu no interior da Jamaica, no condado de Westmoreland, em 19 de outubro de 1945. Seus pais o abandonaram com a tia-avó quando ele tinha 3 anos. Aos 15 partiu para a capital, Kingston, decidido a tocar a guitarra, teclados e a mostrar o que havia aprendido cantando nas Igrejas de sua terra natal. Acabou se arrumando no famoso gueto de Trenchtown e sentiu na pele. as precárias condições de vida da população negra da Jamaica.

Lá conheceu um certo Robert Nesta Marley, que morava com a mãe e já havia gravado um compacto, de nome Judge Not. Eles resolveram então formar um trio vocal e os dois irmãos mudaram seus nomes para Bob Marley e Bunny Wailer, que juntamente com Peter Tosh fundaram o grupo The Wailers. Por quase dez anos Peter emprestou sua voz grave para a sucessão de hits que os transformariam no mais importante conjunto em atividade na Jamaica. Bob era o compositor mais produtivo, mas algumas canções de Peter se sobressaíram, como “Soon Come”, “Can’t You See”, “400 Years”, “Get up Stand up” (em parceria com Bob) e muitas outras. Depois do já citado Legalize It, que você ouve neste podcast, lançado em 76, Peter tratou de montar sua própria banda, a Word Sound and Power. A espinha dorsal do supergrupo era composta pela dupla Sly Dunbar (bateria) e Robbie Shakespeare (baixo), considerados na época a grande revelação entre os instrumentistas jamaicanos (que a Centopéia Manca utiliza como fundo nos podcast mais atuais, com a música “Jah Jah Man”).

Após a bela repercussão do álbum “Equal Rights”, conheceu Mick Jagger e Keith Richards que estavam bolando seu primeiro selo - o Roling Stone Records - e lançaram 3 álbuns de Peter, fazendo ele estourar no mundo e ter o sucesso que merecia. Por volta de 1981, ele veio ao Brasil, juntamente com Sly e Robbie, para fazer o encerramento do 1º Festival Internacional de Jazz de São Paulo, não sem antes dar um passadinha no Rio e gravar um histórica cena para a novela “�?gua Viva”.

Em 83 Peter reformulou sua banda, passando a contar com o competente baterista Santa Davis e outros instrumentistas do mesmo calibre. Essa formação gravaria os álbuns Mama �?frica, lançado em 1987 (com o mega-sucesso Johnny B. Goode ). Infelizmente neste mesmo ano ele foi assassinado. A história desse covarde assassinato ainda está para ser melhor contada, assim como a de outros artistas jamaicanos mortos em condições misteriosas. A versão oficial conta que tudo teria acontecido durante um assalto planejado por Leppo, um antigo conhecido de Trenchtown que teria contado com a confiança de Peter para entrar em sua casa junto com dois pistoleiros. Um movimento brusco de Tosh (que era faixa-preta de karatê) teria causado os primeiros tiros. Nenhum dinheiro ou objeto de valor foi levado da casa. A polícia só chegou muito depois da fuga dos matadores. Peter já havia sido espancado quase até a morte pela mesma polícia, alguns anos antes. Ele chegou a dar entrada no hospital ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos. A voz mais poderosa do reggae estava definitivamente calada.


Peter Tosh - Legalize It. (clique na imagem para ampliar)

Jimmy Cliff

Jimmy Cliff
Foi muito críticado pelos rastas por ser de outra religião (Islã), isso fez com que ele se mudasse para a Inglaterra. Foi descoberto por Leslie Kong, o mesmo produtor que descobriu Bob Marley. Ficou conhecido mundialmente despois de participar do filme “Rockers”, o filme não fez tanto sucesso, mas alavancou sua carreira de forma magnífica. Em 1980 excursionando com Gilberto Gil, lotou todos os auditórios onde pisou. Quatro anos depois ele repetiu a façanha sozinho, indo do ginásio do Corinthians, em São Paulo, ao programa do Chacrinha. Em 1990 Cliff participou do primeiro CD do Cidade Negra, na música Mensagem, feita por Ras Bernardo. Em 1993 ele regravou “I Can See Clearly Now”, de Johnny Nash, para a trilha do filme Jamaica Abaixo de Zero. Em 1997 ele esteve também no acústico dos Titãs cantando “The Harder They Come”, recriada numa versão em português, Querem Meu Sangue. E em 1999 Jimmy participou do CD do Olodum, tudo isso no Brasil.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

YouTube - Bob Marley Wake up and Live 1979

YouTube - Bob Marley Wake up and Live 1979

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Iron Lion Zion

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Iron Lion Zion

YouTube - Bob Marley - Rainbow country

YouTube - Bob Marley - Rainbow country

YouTube - Bob Marley and Lauryn Hill

YouTube - Bob Marley and Lauryn Hill

YouTube - Broadcast Yourself.

YouTube - Broadcast Yourself.

YouTube - zimbabwe

YouTube - zimbabwe

YouTube - Bob Marley "Slogans"

YouTube - Bob Marley "Slogans"

YouTube - Bob Marley "Rat Race - Trenchtown Rock" Jamaica 76

YouTube - Bob Marley "Rat Race - Trenchtown Rock" Jamaica 76

YouTube - Bob Marley Natural Mystic Live

YouTube - Bob Marley Natural Mystic Live

YouTube - Bob Marley - Forever Loving Jah

YouTube - Bob Marley - Forever Loving Jah

YouTube - Bob Marley - Africa Unite

YouTube - Bob Marley - Africa Unite

YouTube - Bob Marley-War(video)

YouTube - Bob Marley-War(video)

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Get Up, Stand Up: From Legend DVD

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Get Up, Stand Up: From Legend DVD

YouTube - Bob Marley - I Shot The Sheriff [ LIVE ]

YouTube - Bob Marley - I Shot The Sheriff [ LIVE ]

YouTube - Bob Marley - Buffalo Soldier

YouTube - Bob Marley - Buffalo Soldier

YouTube - Bob Marley - Is This Love

YouTube - Bob Marley - Is This Love

YouTube - bob marley - one love

YouTube - bob marley - one love

YouTube - bob marley

YouTube - bob marley

YouTube - Bob Marley Redemption Song

YouTube - Bob Marley Redemption Song

YouTube - Bob Marley - Three Little Birds

YouTube - Bob Marley - Three Little Birds

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Waiting In Vain

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Waiting In Vain

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Kinky reggae

YouTube - Bob Marley & The Wailers - Kinky reggae

YouTube - Egyptian Reggae

YouTube - Egyptian Reggae

YouTube - Roots Reggae

YouTube - Roots Reggae

YouTube - Roots reggae "Never get away"

YouTube - Roots reggae "Never get away"

YouTube - ISRAEL VOICE WHERE MY LIFE KINGSTON JAMAICA REGGAE

YouTube - ISRAEL VOICE WHERE MY LIFE KINGSTON JAMAICA REGGAE

YouTube - ERIC DONALDSON

YouTube - ERIC DONALDSON

YouTube - DONNA MARIE-Melô de Poliana

YouTube - DONNA MARIE-Melô de Poliana

YouTube - Imagine - Donna-Marie

YouTube - Imagine - Donna-Marie

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

NATTY NAYFSON


LOGOTIPO DA MÁQUINA DO SÉCULO FM NATTY NAYFSON "O PANKADÃO DO MARANHÃO".........


"O SUCESSO DA ILHA ESTÁ AQUI NA FM NATTY
NAYFSON, VENHACONFERIR, ESTAMOS ESPERANDO POR
VOCÊ....."

FM NATTY NAYFSON





A Radiola Fm Natty Nayfson está com novidades agora é só falantes de 18" e a massa regueira já pode conferir participando das festas da máquina. Em breve estará chegando o pankadão 21" ou sejá uma nova máquina com falantes de 21". Aguarde....